23/05/2008

Tridelirio



O jantar foi muito agradável, a comida tinha sabores exóticos e o ambiente era próprio do Bairro Alto. Aquela mistura de odores, gente bonita e estranha ao mesmo tempo, o sofisticado misturado com o simplesmente reles. Gosto desta mistura, mexe com os meus sentidos.
Bebemos o quanto baste para nos fazer soltar.
Fomos dançar e a pista estava cheia de gente, o que nos obrigava a roçar uns nos outros, coisa que até nem me desagrada nada quando vale a pena claro.
Eu agarrou-me pela cintura e puxou-me contra ele. Beijou-me a boca enquanto me apalpava o rabo com aquelas mãos grandes que eu adoro... hum... se adoro !
Pus as minhas mãos por cima das dele e acompanhei aquela dança de amassos no meu traseiro. Já conseguia sentir o pau dele a ficar rijo e encheu-me de tesão pensar na enrabadela que iria levar quando saíssemos dali...ui...ui...!!!!
Virei-me de costas para ele e como estávamos perto da parede empurrei-o devagar até se encostar e ficar mesmo a jeito de eu me roçar nele. Assim que olhei em frente reparei que alguém nos observava e pela posição em que estava, sentado no bar, já deveria estar há algum tempo naquele deleite. Continuei a deliciar o meu rabo naquele pau, agora em posição de vantagem. Rebolava-me ao ritmo da musica e empurrava-o contra a parede, enquanto Eu me acariciava o pescoço com a boca. Afinal Eu já se tinha apercebido do gajo que nos estava literalmente a galar e acabei por constatar isso depois de me ter sussurado ao ouvido: - Aquele deve estar de pau feito só de olhar para ti a roçares-te toda, minha tesuda -…senti que fiquei mais molhada…- dois paus com vontade de te foder... hum…gostas de pensar nisso não é -…ui aquela bateu-me mesmo...dá-me tesão pensar em dois caralhos e fiquei ainda mais encharcada. – Queres puta ?...abanei a cabeça afirmativamente sem desviar o olhar do outro lá do bar.
Quando chegámos ao quarto da pensão o do bar continuou a observar-nos nos amassos enquanto Eu me despia.
Estava cheia de tesão e só pensava em foder, sentir-me cheia...bem consoladinha.
Fiquei de gatas em cima da cama e fiz questão de me espetar toda para mostrar tudo o que havia para comer. Senti uma lingua ao de leve na ratinha que me fez arrepiar toda. Só podia ser aquela lingua que eu já conheço e adoro. Depois lambuzou-me o buraquinho do cu todo ao mesmo tempo que me afastava as nádegas e ia enfiando um dedo e outro devagar...humm...que consolo...
O outro estava agarrado ao pau já com água na boca. – Fode-lhe o cu que ela está ansiosa...não estás puta ? - disse Eu – Ui....espeta-me esse pau...- gemi espetando-me ainda mais.
Senti aquele caralho a entrar-me devagar no cu e senti a cona a ficar ainda mais grossa...ahhh....como eu gosto de ser enrabada !!! Enquanto o outro me estava a comer o rabo, mexia na minha cona para ajudar a puxar a minha esporra que já descia devagar. Eu estava cheio de tesão e mexia no caralho enquanto pedia ao outro para me dar no cu, mas para deixar para ele também comer.
Comecei a sentir a esporra mesmo a querer sair e de repente dei um grito de tesão...- AHHHH caralho.... estou a esporrar-me toda... – nesse instante o outro tirou o caralho e Eu começou a chupar o leitinho todo que me escorria pela ratinha – Hum...dá-me isso tudo puta... – e mamou até à última gota.
Mas eu queria mais e eles também claro. Faltava sentir-me cheinha, com dois paus e eles tinham segurado a esporra para o grande final.
O outro deitou-se na cama e eu montei-me em cima dele enterrando tudo na minha cona tão quente e molhadinha. Afinal ele tinha que ir dali com o prato completo. Agarrou-me no rabo com as mãos para mostrar o meu buraquinho já bem aberto com a enrabadela que me tinha dado. Eu olhava em delírio para mim já cheia na cona e só pensava na tesão que ia sentir quando me enfiasse no cu.
- ...aiiii tesudo... fode o cu da tua puta...anda...dá-me...ahhh...- Assim que me enterrou o pau no cu o outro que estava cheio começou a esporrar-se na minha cona. Também não resisti e esporrei-me toda outra vez...- ah cabrões...fodam-me toda...ahhhh...- Só faltava Eu para me encher o cu de esporra e completar o trio. Deu-me duas vezes com força - ....toma vaca...dois caralhos a encherem-te toda de esporra... huuuuuu....
E se encheram...foda-se...
Foi um tridelírio !!!

10 comentários:

Casal Tuga disse...

UUIIIIII... É de cortar a respiração!
Temos que constactar isto tudo a 4, Huummm!
Parabéns, vocês são um tesão!

Bjs & Abraço

Casal LD disse...

hum........


delicioso post

abreijos

Casal LD

Zona Foto disse...

Mas que delirio esse... Não é fácil ler o texto até ao fim :D

doiSabores disse...

Post saboroso...gostamos de vos visitar sempre que pudemos.

Beijinhos do Sabor feminino

Zona Foto disse...

Há estranhos com sorte...

Afrodite e Eu disse...

Casal Tuga

…e suspirar por mais ;)

Beijos daqui
Afrodite

Casal ld

Nhami, nhami…

Bjs
Afrodite


zona foto

Muita tensão, né ?? ;)

Beijos nervosos
Afrodite


doisabores

São sempre bem-vindos!

Nós também gostamos muito de vos visitar ! é

Beijos quentinhos
Afrodite


zona foto

eh pá… afinal não conseguiste mesmo ler até ao fim…tiveste que voltar!!!

Ou gostaste mesmo e quiseste repetir a dose¬???

Beijos repetidos
Afrodite

Zona Foto disse...

De facto já li e reli, gostei.

Ácido Cloridrix HCL disse...

Putzzzz,,, até fiquei c falta de ar!!! parabens pela escrita e pelos divertimentos assumidos!!!! HCL

Afrodite e Eu disse...

Ácido Cloridrix

Obrigada pela visita e pela opinião.

Agora respira fundo e relaxa !!

Afrodite

almasgemeas disse...

Valha-me Deus...que cena excitante.